julho 12 2018 0Comment
Como fixar os custos de manutenção em compressores de ar?

Como fixar os custos de manutenção em compressores de ar?

O compressor é uma peça vital na maioria dos processos industriais e precisa ser escolhido de maneira criteriosa. A qualidade e a confiabilidade do equipamento são alguns quesitos que devem ser considerados no momento da compra. Saber o quanto a máquina consome de energia também é fundamental, afinal, essa é a principal despesa gerada pelo compressor ao longo de sua vida útil. É preferível pagar por um equipamento mais caro e eficiente do que optar por um de menor valor, mas que precisa de mais energia para funcionar. Basta lembrar do gráfico abaixo para entender que a diferença de preço dos equipamentos acaba sendo um critério menor quando comparado aos gastos permanentes.

Atlas Copco_gráfico TCO

Mas todo compressor, inclusive aqueles que possuem grandes níveis de eficiência energética, precisa de manutenção. Este é um outro custo que acompanha o equipamento durante toda sua vida útil e que, assim como os gastos com energia, não fica tão evidente na hora da compra. Também é uma despesa que cresce ao longo dos anos. No começo, as manutenções são mais simples, mas a medida que o tempo vai passando e o compressor é utilizado, as revisões envolvem a reposição de peças mais complexas, exige mão de obra e a conta vai ficando mais cara.

Atlas Copco_gráfico Custo de Manutenção3

O equipamento sem a devida manutenção desenvolve uma série de problemas que pode resultar em uma parada inesperada de produção. Com a atuação de agentes externos, os componentes do compressor vão se deteriorando ao longo do tempo e a máquina perde eficiência, consumindo mais energia.

Atlas Copco_Compressor Ineficiente_2

O compressor ineficiente compromete a qualidade e o ritmo do processo produtivo. Por outro lado, a manutenção não programada pode gerar gastos que não foram provisionados, como no caso de uma peça muito cara que precisou ser substituída repentinamente. Esse tipo de situação é indesejada, pois costuma ter impacto direto na margem de lucro do negócio.

Ao adquirir um plano de manutenção, a empresa consegue fixar esses custos durante um determinado período (normalmente de 5 anos), transferindo riscos para o fornecedor. Este, por sua vez, assume a responsabilidade sobre todo o processo de manutenção, com o compromisso de manter o ritmo e a qualidade da produção. A empresa não precisa se preocupar em procurar e estocar peças de reposição e se blinda contra custos não provisionados, relativos a componentes e mão de obra. Além de garantir que as revisões sejam feitas no tempo certo, o cliente sabe exatamente quando vai gastar com manutenção ao longo da vida útil do equipamento: o valor referente ao plano contratado.

Atlas Copco_gráfico Custo de Manutenção2

Ao provisionar esses custos, maiores são as chances de um aumento nas margens de lucro. Afinal, enquanto o preço dos produtos fabricados pela empresa são ajustados com o passar dos anos, os gastos com manutenção do compressor serão fixos.

Atlas Copco_gráfico Custo de Manutenção

Existem diferentes planos de manutenção. Os mais simples contemplam a inspeção do equipamento, na qual o fornecedor apenas identifica os componentes que precisam ser reparados ou substituídos. A manutenção em si fica por conta da empresa. Nos planos mais completos, a fornecedora do compressor assume a responsabilidade sobre os procedimentos, cuidando da aquisição e reposição dos componentes e do conserto da máquina, caso ela quebre. Também é possível contratar pacotes que, além de todos esses benefícios, incluem medidas de eficiência energética.Descubra formas de economizar energia na sua indústria.

luiz